Com o auxílio de dados colhidos pela NASA e da ESA (Agência Espacial Europeia), astrônomos lançaram um novo mapa da nossa galáxia nesta quarta-feira (21) com um elemento “a mais”.  Se trata de uma área fora dos braços espirais que ajudam a formar a nossa Via-Láctea, chamada de “halo galático”.

Sendo assim, um novo pedaço da Via-Láctea foi descoberto.

Confira como ficou:

Créditos da imagem: Reprodução/NASA

Mesmo que haja um grande espaço entre a Via-Láctea e a nova parte encontrada, é previsto que exista um reservatório enorme de matéria escura entre os dois pontos. A matéria escura nada mais é que uma substância misteriosa e invisível que forma a maior parte de toda a massa do universo.

Esse novo mapa nos revela essa novidade em forma de uma pequena galáxia chamada de “Grande Nuvem Megalínica” (LMC), que está localizada a cerca de 160 mil anos-luz da Terra e possui menos de um quarto da Via Láctea. Embora as porções internas do halo tenham sido mapeadas com precisão, essa foi a primeira vez que um mapa conseguiu uma imagem semelhante de suas regiões externas, onde o espaço pode ser encontrado. 

A descoberta foi um resultado do trabalho de astrônomos do Centro de Astrofísica da Harvard com o museu Smithsonian, que foi publicado no periódico Nature.

Esses dados que ajudaram a formar o novo mapa são da missão Gaia, da ESA, e da missão exploradora infravermelha de campo amplo de objetos próximos à Terra da NASA (ou, NEOWISE, em inglês), que aconteceu entre 2009 a 2013.

O estudo coletou dados de 2003 a 2018 para chegar à imagem divulgada.

Via: Phys.org

Siga o MundialGeek nas redes sociais e não fique por fora dessa e mais notícias do espaço sideral.


Deixe o seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem