Um esqueleto bem gigante encontrado por um veículo operado remotamente (ROV) nas profundezas do oceano intriga pesquisadores desde que foi descoberto em 2017. O robô subaquático estava a 830 metros de profundidade quando avistou o grande conjunto de ossos, incluindo uma coluna espinhal aparentemente intacta medindo 30 metros de comprimento.

“As dimensões do esqueleto no vídeo não se ajustam ao tamanho usual para qualquer vida marinha na área. Verifiquei mamíferos marinhos vivos e cheguei a menos de 30 metros. Dei uma olhada nos suspeitos de sempre: baleias, peixes-remos e cobras marinhas”, disse a pesquisadora Deborah Hatswell ao tabloide britânico Daily Star.

Uma baleia tem três lâminas em seus ossos espinhais, cada uma com uma distância de 120 graus uma da outra e essa criatura parece ter apenas duas”, acrescentou.

Ela publicou um vídeo no seu canal no YouTube mostrando o esqueleto gigante. Assista:



“O osso pode ser muito antigo. Vi muitas ânforas de argila saindo da lama e elas estão lá potencialmente há mil anos”, afirmou o mergulhador que operou o ROV.

Uma possibilidade que foi levantada por pesquisadores seria de um esqueleto de um Regalecidae, animal da família de peixes da ordem dos Lampriformes. Um ‘dragão marinho’ desconhecido ou até um Tilossauro, réptil marinho mosassaurídeo da ordem dos escamados que viveu durante o período Cretáceo superior, são outras hipóteses.


Siga o MundialGeek nas redes sociais e não fique por fora dessa e mais notícias do mundo curioso do oceano.

Deixe o seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem