A nova animação da Netflix, trazendo cenários bem coloridos e dinâmicos em uma viagem infantil da China para a lua. A Caminho da Lua (Over The Moon).


Produzido pelo Estúdio Chinês Pearl (mesmo responsável por Abominável), e distribuído pela Netflix neste dia 23 de outubro, conheçam a aposta da gigante Streaming para se embrenhar no meio das grandes animações Disney e Dreamworks. E olha que não ficou nem um pouco para trás.

A animação conta a história de Fei Fei, uma garotinha chinesa de origem humilde, que desde criança ouvia histórias da sua mãe sobre a Lua. Sempre ouvia os contos de um Folclore asiático sobre Chang'e, uma princesa que perdeu seu príncipe, e vive na lua, com o Coelho de Jade e seus habitantes, os Lunarianos. Como nem tudo nesse mundo são flores (isso inclui em animações infantis também) a mãe de Fei Fei falece e deixa a pequena garota aos cuidados do seu pai. Quatro anos se passam e Fei Fei agora se tornou mais responsável consigo mesma, vendendo os bolinhos da família, e cuidando do seu pai. Após sentir que sua paz familiar está ameaçada com a chegada da futura madrasta, a senhora Zhong e seu filho Chin.

Chin nesta animação é um show a parte. A criança é muito animada e cheia de sonhos, querendo atravessar paredes e se pendurar em lugares incomuns, oque torna as cenas entre Chin e Fei Fei perfeitas e muito engraçadas.

Fei Fei então, decidi fortalecer a lembrança da sua mãe entre sua família e parentes, com receio de que sua memória seja esquecida e parte numa ideia nada improvável, mas previsível na visão de uma criança: chegar até a lua para provar que a lenda da Princesa Chang'e é verdadeira e que sua mãe estava certa.

A animação desse longa simplesmente é incrível e não perde em nada para as gigantes Disney e Dreamworks. Os cenários são bem construídos, principalmente o baseado nos bairros chineses, a movimentação dos personagens é muito sutil e bem solta. Isso é visto de uma maneira bem aberta no jantar da família de Fei Fei. O rosto dos personagens são todos distintos um dos outros, e pra mim o destaque é mais uma vez o pequeno Chin, e a mascote de Fei Fei, a coelinha Bolinha.

A trilha sonora é fortemente recheada de músicas infantis, com letras bem casadas, e dubladores que mais uma vez não deixa a desejar, comparadas a outras canções de gigantes de bilheterias. O tema principal "Vou Voar" (Rocket to the Moon), liga a primeira parte da história com a segunda, onde Fei Fei parte para a Lua, foi representada aqui no Brasil pela cantora Priscila Alcântara, que fecha os créditos com um estilo único. Existe uma canção no meio da produção que também me chamou a atenção, cantada pela personagem da Princesa Chang'e, (Ultraluminary), esta no original é cantado por Phillipa Soo, também responsável pelo sucesso "Saber quem sou" da animação Moana da Disney.

Com muita música e uma animação de prender os olhos, A Caminho da Lua traz uma história com um folclore até agora não explorado em Filmes infantis, e com uma lição sobre seguir em frente, mesmo que esse seguir seja depois de uma grande perda.


A Caminho da Lua
(Over the Moon)

Netflix / Pearl Studio
Lançamento: 23 de Outubro
2020 ‧ Animação/Aventura ‧ 1h 40m


Deixe o seu comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem